Caseína – Tudo que você precisa saber

Cada vez mais popular a Caseína, ainda não é muito conhecida por uma boa parte das pessoas que malham, neste artigo iremos falar sobre tudo que você precisa saber sobre a Caseína, quando tomar, o que é, Benefícios, Caseína vs Whey, e muito mais.

Caseína x Whey Protein

caseinaxwhey

A Caseína é uma proteína do leite, rica em aminoácidos que tem em sua composição quase 80% da proteína encontrada no leite de vaca, diferente da Whey, que é feita do soro do Leite, a Caseína é feita de leite fresco. As duas proteínas são muito parecidas e a principal diferença entre as duas é o tempo de digestão. A  Whey é “rapidamente” absorvida pelo corpo, num período de 3 – 4 horas. Já a Caseína demora algo em torno de 7 – 8 horas para ser absorvida totalmente. Por essa razão o uso desses suplementos é feito de uma forma bem diferente.

Caseína e Whey, não são suplementes que se excluem ou seja você pode tomar os dois sem o menor problema, inclusive se você está tentando ganhar massa a combinação de Caseína e Whey pode ser um fator crucial na melhora de seus ganhos. O Combo ideal das duas seria o seguinte: Tome Whey antes ou depois do treino, e Caseína antes de dormir ou em algum outro período do dia em que você for passar várias horas sem comer nada.

Como Tomar Caseína

Como você provavelmente já deve saber o ganho de massa muscular, ou melhor a construção de músculos acontece mesmo quando o seu corpo está descansando, especialmente quando você está dormindo, no entanto muita vezes durante a noite acontece o catabolismo, que resumidamente seria o seguinte, seu corpo quer se recuperar ( construir músculos), mas não tem mais fontes de energia. Como a Caseína demora para ser absorvida pelo corpo, ela se tornar uma poderosa “arma” contra o catabolismo, e permite que seu corpo fique por mais tempo em estado anabolico, já que seu corpo leva até 8 horas para digerir completamente a Caseína.

Você pode também tomar Caseína antes ou depois do treino, mas como dito anteriormente o melhor nessas horas seria tomar Whey, até porque Caseína custa bem mais caro que a Whey.

Benefícios da Caseína

  • Excelente para manutenção dos músculos, se você está tentando perder peso, uma das grandes dificuldades é a de perder gordura, sem perder músculos, e nesse aspecto a Caseína, pode te ajudar bastante, o que acontece é que quando você está tentando perder peso, seu corpo não consegue calorias suficientes para se manter, e precisa transformar gorduras e algumas vezes músculos em energia, uma pesquisa realizada em Boston, dividiu um grupo de pessoas em uma dieta de baixas calorias em 2 categorias, os que tomavam Caseína Hidrolisada, e os que Tomavam Whey Protein Hidrolisada, os dois grupos perderam peso, no entanto o grupo que tomava Caseína se saiu melhor, e os membros desse grupo terminaram a pesquisa, com uma taxa de massa muscular mais alta, que o grupo da Whey.
  • Ajuda o corpo a manter um level controlado de glicose no sangue, o que promove uma sensação de saciedade por mais tempo.
  • Excelente proteína para ganho de massa muscular, tem um alto valor biológico.
  • Rica em Glutamina, aminoácido essencial para nosso corpo, que ajuda na realização de várias funções vitais de diversos orgãos, como coração, rim e figado.
  • É uma proteína de alto valor biológico.
  • Seu consumo auxilia o corpo no ganho de massa muscular.

Independente de qual seu objetivo Ganhar Massa ou Perder peso, a Caseína é um excelente suplemento é sem dúvida uma das melhores ferramentas para se atingir qualquer um desses objetivos, só não se esqueça de que suplementos alimentar nenhum vai te ajudar se você não tiver uma alimentação balanceada.

No geral a Caseína pode ser indicada para qualquer pessoa, mas fique atento, se você é intolerante a lactose a Caseína pode ter algumas reações adversas, como dor no estômago e gases.

O uso idea da Caseína é em conjunto com a Whey protein e não no lugar dela!

5 Comentários

  1. João Paulo 27 de julho de 2014
  2. Dogão 20 de agosto de 2014
    • Pedro 20 de agosto de 2014
    • Guilherme Arantes 21 de agosto de 2014
  3. Elma Nilton Oliveira 23 de janeiro de 2015

Deixe uma resposta